O Que Vem Depois da Graduação?

13 May 2019 16:42
Tags

Back to list of posts

<h1>Anhembi Morumbi Abre Inscri&ccedil;&otilde;es Para Mestrado Em Hospitalidade</h1>

img-treinamento03.jpg

<p>Aos 87 anos, o l&oacute;gico e fil&oacute;sofo Newton Carneiro Affonso da Costa n&atilde;o cogita parar de pesquisar e de ensinar: &quot;Se me tirarem isso, ir&atilde;o me pegar tudo&quot;. Mais p&aacute;vido pela envergadura de da Costa como pensador do que espantado pelo teu vigor intelectual, esse rep&oacute;rter reencontra teu antigo mestre -foi seu orientando no mestrado at&eacute; 2011- pra uma conversa de cerca de duas horas. H&aacute; seis d&eacute;cadas, o pesquisador dedica-se integralmente &agrave; constru&ccedil;&atilde;o de uma obra que, para diversos, &eacute; a mais significativo da filosofia brasileira.</p>

<p>Nascido em 1929, em Curitiba, Newton da Costa fez toda a tua carreira dentro de universidades brasileiras, apesar de que tenha passado por corpora&ccedil;&otilde;es de Austr&aacute;lia, Fran&ccedil;a, Estados unidos, Pol&ocirc;nia, It&aacute;lia, Argentina, M&eacute;xico e Peru como professor visitante ou pesquisador. Inicialmente, trabalhou na Escola Federal do Paran&aacute;, onde assim como se formou e fez doutorado. Transferiu-se pra a universidade de S&atilde;o Paulo no desfecho dos anos 1960, tendo lecionado primeiro no Instituto de Matem&aacute;tica e Estat&iacute;stica e, depois, pela Universidade de Filosofia, Letras e Ci&ecirc;ncias Humanas -a todo o momento como professor titular.</p>

<p>Aposentado e cansado de S&atilde;o Paulo, mudou-se com a companheira de seis d&eacute;cadas, Neusa, pra Florian&oacute;polis, onde moram dois de seus 3 filhos. Como Escolher Um Curso Preparat&oacute;rio Para o SAT E ACT , &eacute; professor volunt&aacute;rio no Departamento de Filosofia da Faculdade Federal de Santa Catarina e ministra cada semana um semin&aacute;rio para a p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o. Concomitantemente, mant&eacute;m sua procura -hoje em dia voltada para os fundamentos da mec&acirc;nica qu&acirc;ntica-, publicando nas mais interessantes revistas de filosofia do universo.</p>

<p>Da Costa &eacute; reconhecido sobretudo pelo desenvolvimento de um tipo de l&oacute;gica desigual da cl&aacute;ssica, a paraconsistente, hoje amplamente estudada. Teu trabalho, em resumo, p&otilde;e em xeque o come&ccedil;o da n&atilde;o contradi&ccedil;&atilde;o -segundo o qual uma senten&ccedil;a qualquer e sua nega&ccedil;&atilde;o n&atilde;o podem ser ambas verdadeiras-, um dos pilares da l&oacute;gica cl&aacute;ssica.</p>

<ul>
<li>Dezoito Campus S&atilde;o Louren&ccedil;o do Oeste</li>
<li>cinco Teletrabalho como uma Possibilidade</li>
<li>Caso a resposta acima seja n&atilde;o, qual o porqu&ecirc;</li>
<li>1-Hist&oacute;ria da Pedagogia Hospitalar</li>
</ul>

<p>O fil&oacute;sofo paranaense contou que &eacute; poss&iacute;vel montar sistemas l&oacute;gicos que admitam contradi&ccedil;&otilde;es sem dessa forma se tornarem triviais, quer dizer, sem que a verdade e a falsidade se tornem indistingu&iacute;veis dentro deles. Suas ideias, divulgadas em mais de 250 trabalhos, estendem-se pra filosofia da ci&ecirc;ncia, a filosofia da f&iacute;sica, as teorias da verdade, as regras da matem&aacute;tica, a economia, a suposi&ccedil;&atilde;o da computa&ccedil;&atilde;o e o direito, entre outros campos. Como Se Aprontar O Concurso Do TRF 1? da abrang&ecirc;ncia e da gravidade de tua obra, o professor confessa que adoraria de deixar como legado essencialmente dois tra&ccedil;os que, segundo ele, pautaram tua jornada intelectual: a liberdade de esp&iacute;rito e a autocr&iacute;tica.</p>

<h3>Ele foi uma verdadeira mola propulsora para mim.</h3>
<p>Como era o ambiente intelectual na sua casa, ao longo da inf&acirc;ncia e a adolesc&ecirc;ncia? Cinco Aplicativos Para Aprender Melhor E Ir No Enem - Eu tive muita sorte, j&aacute; que minha m&atilde;e era professora de franc&ecirc;s. ‘T&eacute;cnica De Estudo Pra Concurso Precisa Ser Pessoal’, Diz Especialista ela eu li diversos autores franceses, e come&ccedil;ou uma amplo admira&ccedil;&atilde;o pela filosofia, na literatura e pela Fran&ccedil;a em geral. Convivi muito tamb&eacute;m com duas tias, uma que era professora de ingl&ecirc;s, e outra de hist&oacute;ria da m&uacute;sica, que me ensinaram muita coisa nesses campos. Houve ainda a a&ccedil;&atilde;o do meu tio Milton Carneiro, que era professor pela Federal do Paran&aacute;. Ele foi uma verdadeira mola propulsora para mim. Ele tinha uma biblioteca incr&iacute;vel e me incentivou a raciocinar e a ler filosofia.</p>

<p>No momento em que eu completei quinze anos, ele me chamou pra almo&ccedil;ar e, no decorrer da refei&ccedil;&atilde;o, me perguntou: &quot;Newton, voc&ecirc; &eacute; apto de provar que existe?&quot;. Eu falou, &quot;&oacute;timo, eu estou nesse lugar, assim sendo eu existo&quot;. Ele me respondeu, &quot;isso pode ser sonho&quot;. A&iacute; eu digo, &quot;imagino, logo existo&quot;, e ele, &quot;isso mostra que existe racioc&iacute;nio&quot;, e deste jeito foi indo.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License